Controle de ponto na hora do lanche: é preciso fazer este registro?

Está no trabalho e bateu aquela fome? Tirar um tempo para comer não é proibido para o funcionário, mas será que é preciso manter um controle de ponto na hora do lanche? Descubra agora!

xícara com café em cima da mesa simbolizando controle de ponto na hora do lanche

Chega uma hora da tarde que bate aquela fome, né? E mesmo no trabalho você pode tirar um tempinho para comer um lanche, mas é necessário bater o ponto?

Manter o controle de ponto de todos os funcionários é crucial para que a empresa se certifique de cumprir as leis trabalhistas e evitar problemas futuros.

Sabemos que todo funcionário tem direito de pelo menos 1 hora de almoço (com as mudanças na lei, o funcionário pode tirar 30 minutos de almoço, mas a empresa não pode impor), e que deve ser registrado o ponto na saída para o almoço e volta ao trabalho.

Mas e quando o funcionário vai comer um lanche? Se alimentar não é proibido, mas será que existe um limite de tempo? A empresa pode exigir o registro de ponto na hora do lanche?

Não perca tempo e tire agora todas as suas dúvidas sobre controle de ponto na hora do lanche lendo o nosso artigo!

Mudanças nas leis trabalhistas

Antes de tudo, é importante estar ciente que as leis trabalhistas mudaram recentemente. Um exemplo é que agora os funcionários podem tirar no mínimo 30 minutos na hora de almoço, mas as empresas não podem exigir esses 30 minutos, só podem cobrar no mínimo 1 hora.

Outras mudanças significantes são: a jornada home office agora é regulariza por lei, ou seja, o funcionário que trabalha home office agora tem direitos, como carteira assinada e férias.

As férias agora podem ser divididas em até três períodos (antes podia ser apenas em dois) de 10 dias cada. Porém, a divisão precisa ser acertada e concordada entre funcionário e empregador.

A hora do lanche x controle de ponto

A lei também promoveu mudanças sobre o controle de ponto. A nova lei indica que atividades, como o lanche da tarde, higiene, descanso, interação com colegas e troca de uniformes não devem ser contabilizadas no tempo de trabalho, ou seja, não é obrigatório serem registradas no controle de ponto.

Porém, se a empresa quiser que seus funcionários batam o ponto na hora de irem lanchar, então ela pode determinar que todos os colaboradores registrem o ponto de entrada e saída na hora do lanche.

Lembrando que a lei obrigada no mínimo quatro pontos batidos por dia: entrada, saída para o almoço, entrada novamente e saída final.

Outra dica é determinar um tempo máximo para o lanche. Por exemplo: os funcionários podem lanchar durante 15 minutos no máximo. Caso ultrapasse esse tempo, então deve registrar o ponto.

Como fazer o registro de pausa para a hora do lanche

Há disponível no mercado vários tipos de controle de ponto, como o livro de ponto e o ponto digital. Porém, o melhor método de controlar o ponto dos funcionários é através do ponto online.

O ponto online é a maneira mais fácil e rápida de controle de ponto que existe atualmente. Isto porque os funcionários podem registrar o ponto através de um aplicativo ou site na web.

Além disto, eles podem acompanhar melhor quantas horas possuem no banco, seus ajustes e abonos de ponto, além de não precisarem estar na empresa para bater o ponto. O que facilita muito aqueles funcionários que realizam muitas atividades externas ou home office.

Para a empresa também é ótimo, pois ela consegue ter um controle da localização exata de onde cada funcionário bateu o ponto através da funcionalidade de geolocalização.

O PontoGO é um sistema de controle de ponto online que oferece todas estas funcionalidades citadas, além de outras, como o ponto pode ser registrado mesmo sem internet, criação de cercas virtuais para os registros de todos os colaboradores e os funcionários receberão notificação de lembrete para registrar seus pontos.

E ainda tem mais: o PontoGO oferece vários planos que se encaixam na sua empresa, independente se ela for pequena, média ou grande. Por exemplo: se a sua empresa possui até 50 funcionários, então o plano ideal é o Média Empresa que custa apenas R$ 150,00 por mês ou R$ 120,00 por ano. O custo-benefício é o melhor do mercado!

print da tela do PontoGO para empresas

Interface do PontoGO web exibido somente para as empresas. É possível ver ao fundo da foto o mapa citado no texto.

Conclusão

As leis trabalhistas mudaram recentemente e é importante que o funcionário e o empregador existem cientes destas mudanças, como sobre o controle de ponto.

A hora do lanche é comum você estando no trabalho ou não. Mas está saída para comer é registrada no ponto? Você descobriu durante a leitura deste artigo que não é obrigatório ter o controle de ponto na hora do lanche, porém a empresa pode determinar que este registro seja feito.

Lembre-se que é obrigatório no mínimo quatro registros de ponto durante o dia: entrada, saída para o almoço, entrada novamente e saída final.

Qual o melhor método de manter o controle de ponto na hora do lanche? Através do ponto online que é oferece muita facilidade e rapidez, tanto para o funcionário como para a empresa.

O PontoGO é o melhor sistema de controle de ponto disponível no mercado, além de ter um custo-benefício maravilhoso. Ainda não conhece o PontoGO? Faça um teste!

Então, você gostou do artigo? O seu comentário é muito importante para nós!

Se você tem sugestões de outros temas, sinta-se a vontade para comentar!

2 Curtir
0 Não curti

Deixar uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *