Controle de ponto: O que é e como funciona?

Descubra nesse artigo alguns tipos de ferramentas para registro de jornada, além de entender um pouco mais sobre o que a legislação trabalhista traz a respeito sobre o controle de jornada de trabalho e como o sistema de ponto online e eletrônico da PontoGO pode ajudar sua empresa.

pessoas-trabalhando-no-escritorio


Controle de ponto significa um registro dos horários de chegada e saída dos funcionários de uma empresa. Desta forma, a empresa consegue manter uma organização da jornada de trabalho de seus colaboradores, bem como garantir os direitos da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, uma vez que o registro é obrigatório para empresas que possuem mais de 20 colaboradores.

Descubra nesse artigo alguns tipos de ferramentas para registro de jornada, além de entender um pouco mais sobre o que a legislação trabalhista traz a respeito sobre o controle de jornada de trabalho e como o sistema de ponto online e eletrônico da PontoGO pode ajudar sua empresa.

Como funciona o controle de ponto de funcionários

De acordo com a lei número 1387 de 20/09/2019, que traz alterações no artigo 74 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), toda empresa com mais de 20 funcionários precisa realizar o controle de jornada de trabalho de seus colaboradores.

Este controle pode ser feito de diversas formas, sendo estes o registro manual, mecânico ou eletrônico, veja a abaixo o trecho retirado do Artigo 74 da CLT

Para os estabelecimentos com mais de 20 (vinte) trabalhadores será obrigatória a anotação da hora de entrada e de saída, em registro manual, mecânico ou eletrônico, conforme instruções expedidas pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, permitida a pré-assinalação do período de repouso.

Portanto, toda empresa que se enquadra na descrição do artigo acima, precisa manter um controle da jornada de trabalho de seus colaboradores. 

Controle de ponto manual

Este tipo de controle de jornada de trabalho é feito utilizando uma folha de papel, onde o colaborador irá anotar o horário de entrada e saída. Esses registros geralmente são chamados de livro de registro de ponto. 

O controle de ponto manual era utilizado nas empresas do passado e em algumas que ainda adotam esse modelo como forma principal de controle de jornada de trabalho de seus colaboradores.

Entretanto, esse sistema possui alguns defeitos, tanto na veracidade dos registros dos pontos, quanto em possíveis ao escrever no livro para registrar o ponto, uma vez que o papel pode ser facilmente adulterado ou danificado. 

Controle de ponto mecânico (Relógio de ponto manual cartográfico)

Neste modelo, o colaborador usa um cartão que é inserido em um aparelho que marca o horário de entrada e saída de sua jornada de trabalho. 

Assim, permitindo a validação e garantia do ponto registrado, uma vez que para realizar qualquer alteração ou falsificação se torna mais complicado. 

Entretanto, esse sistema possui diversas falhas, tanto no manuseio do cartão ou na funcionalidade do equipamento, quanto na garantia que este colaborador realmente realizou o registro de seu ponto.

Controle de ponto eletrônico

Neste método, a jornada geralmente é realizado por um relógio de ponto eletrônico. Nele, o colaborador poderá ser validado com um cartão ou papel impresso ou até mesmo a própria digital para registrar sua jornada de trabalho.

Entretanto, os dados do controle de ponto dos funcionários devem estar assegurados, por exemplo, um sistema que envia todas as informações sobre o controle de ponto eletrônico para um armazenamento seguro na nuvem.

Como as portarias 1510 e 373 se relacionam com o controle de ponto

Desde que as portarias 1510, sancionada em 2009, e 373 sancionada em 2011, foram sancionadas, o controle de ponto dos funcionários passou a se modernizar, seja através do controle de ponto eletrônico ou digital.

A portaria 1510 trás alguns requisitos para a implantação de um controle de ponto eletrônico, bem como a necessidade de um SREP – Sistema de ponto eletrônico. Portanto, informações como histórico de registro de ponto, dados fiscais, comprovantes de registros e relógio interno se tornam requisitos. 

Já a portaria 373 tem como objetivo a regulamentação de sistemas de gerenciamento de jornada alternativos. Como por exemplo, o ponto digital, que pode ser realizado com o aplicativo de controle de jornada da PontoGO.  

Assim, um sistema se faz necessário. O controle de ponto digital online e eletrônico da PontoGO possui a capacidade de auxiliar na viabilização desse tipo de controle de jornada de trabalho.

Controle de ponto online e os seus benefícios

Com a modernização dos métodos de controle de ponto, o sistema de ponto online tornou-se uma ferramenta bastante viável. Uma vez que ele é capaz de garantir a segurança dos registros de ponto dos colaboradores, bem como na geração de relatórios.

Um controle de ponto online pode realizar o registro da jornada de trabalho através de um dispositivo móvel e armazenar todo o relatório dos pontos em um armazenamento na nuvem que é capaz assegurar aquela informação, bem como respeitar a LGPD.

Tendo os dados do registro de ponto armazenados, basta realizar alguns comandos para gerar relatórios, cálculos de horas extras, férias, abstenção e ter todo acesso a um banco de horas para facilitar o departamento responsável pelo o controle de ponto na empresa.

Sistema controle de ponto da PontoGO e porque aderi-lo

Com o sistema de controle de ponto da PontoGO, você tem uma série de benefícios, além de modernizar o processo de registro da jornada de trabalho dos colaboradores de sua empresa.

Com o PontoGO, você viabiliza o registro de ponto sem precisar estar conectado à internet. O colaborador, portanto, poderá registrar sua jornada de trabalho sem a preocupação de ter dados móveis ou se a internet da empresa está funcionando normalmente, evitando problemas no registro de ponto em caso de falta de energia ou qualquer problema ligado a internet da empresa.

Ademais, você tem acesso em tempo real ao local em que o colaborador registrou o ponto, evitando possíveis fraudes que em outros métodos de controle de ponto não eram capazes de garantir.


Você também possuirá uma gama de relatórios automatizados para facilitar no processo de organização dos dados de controle de jornada de trabalho dos colaboradores de sua empresa, bem como controle de abonos, faltas, banco de horas e horas faltantes.

0 Curtir
0 Não curti