Recursos Humanos: Entenda tudo o que você precisa saber

cropped-3725879.png

Os Recursos Humanos, ou RH, são áreas voltadas à gestão pessoas que visa o desenvolvimento da empresa. 

Diante disso, o RH é o setor responsável por utilizar um conjunto de técnicas, a fim de possibilitar o desenvolvimento pessoal. 

Por isso, se você ainda não entende muito a respeito desse setor, e deseja conhecer melhor sobre suas ferramentas, esse artigo te dirá tudo que você precisa saber. Confira! 

Grupo conversando, representando o departamento de recursos humanos.

Com o passar dos anos as organizações têm dividido os setores, para um melhor desempenho das equipes.

Proporcionando resultados positivos em toda a empresa, levando sempre a busca de melhores métodos. 

Uma das dúvidas mais comuns entre os colaboradores é a diferença entre o Departamento Pessoal e Recursos Humanos.

Por isso, muita das vezes é confundida como apenas um setor. Mas você sabe a diferença entre eles?

Ficou curioso? Vamos te mostrar tudo sobre esses setores. Confira!

O que é Recursos Humanos?

Também conhecida como RH, o Recursos Humanos é uma área relacionada a gestão de pessoas.

Portanto, fica responsável por lidar com admissão e demissão, treinamento e desenvolvimento dos colaboradores.

Com isso, lida diretamente com a motivação, alinhamento e qualificação dos funcionários.

Desse modo, o RH tem o objetivo de recrutar pessoas qualificadas para o melhor desempenho das suas habilidades nos cargos.

Setor de Recursos Humanos estratégico

Com o crescimento da valorização das pessoas no ambiente de trabalho, surgiu a necessidade de um setor de RH com mais estratégia.

Por meio dessas estratégias, é possível recrutar perfis mais alinhados com a cultura da empresa, e com as necessidades dos setores. 

Além disso, um setor estratégico possibilita a valorização do ambiente de trabalho, do engajamento dos colaboradores e da motivação. 

Outro ponto importante para a estratégia do RH, é a digitalização de processos. 

Diante disso, diversas empresas optam por softwares que facilitam o controle das atividades dos colaboradores. 

Por meio disso, é possível dedicar mais tempo a desenvolver as equipes da empresa, ao invés de se preocupar com processos básicos.  

Um bom exemplo de softwares como esses é o PontoGO, que busca facilitar o controle da jornada de trabalho. 

O que faz a área de Recursos Humanos?

O RH é o setor responsável pelo relacionamento entre empresa e funcionários. 

Desse modo, é por meio desse setor que se torna possível melhorar os resultados com base no desenvolvimento das pessoas.

Desse modo, é essencial alinhar as políticas dos Recursos Humanos com a estratégia da empresa. 

Para ficar mais claro, confira algumas atribuições do recursos Humanos:

Desenvolvimento corporativo e pessoal

Uma das principais atribuições do RH, é garantir o futuro do profissional na empresa.

Portanto, é essencial o desenvolvimento de um plano de carreira, juntamente com um planejamento estratégico. 

Dentre as ferramentas utilizadas, a principal que podemos citar é a avaliação de desempenho.

Para que isso seja possível, é necessário desenvolver um cronograma, e segui-lo, a fim de acompanhar da melhor forma as análises.

Quando a instituição investe no desenvolvimento pessoal, todas as partes da empresa são beneficiadas. 

De um lado, a empresa vai possuir uma mão de obra mais qualificada, e gerar mais resultado em seus projetos. 

Por outro lado, o colaborador será desenvolvido, e ganhará mais respaldo no mercado, juntamente de aumento salarial em muitas situações. 

Monitoramento de estratégias e métricas

Por muito tempo o operacional foi considerado um setor operacional, porém, atualmente esse setor tem se posicionado cada vez mais de forma estratégica. 

Isso pode ser observado nas ferramentas utilizadas, e nos inúmeros indicadores que acompanham o setor. 

Diante disso, o RH busca impactar positivamente em situações que estejam prejudicando a instituição, o que pode poupar tempo e dinheiro de administradores.

Diante disso, monitorar a estratégia tem se tornado uma atividade cada vez mais presente nos setores de RH. 

Recrutamento e Seleção

Para o melhor desempenho desse processo, é preciso ter em mente as características que buscam em um colaborador.

Mas como eu posso fazer esse Recrutamento de forma tão eficiente que possa gerar resultados a curto, médio e longo prazo?

Essa é umas das dúvidas mais frequentes dos profissionais de Recursos Humanos.

Por isso, devemos usar a visão sistêmica que quando usada de forma correta, pode nos ajudar a compreender a empresa como um todo.

Processo de Recrutamento e Seleção:

Defina vagas:

Para obter um melhor processo, primeiro é necessário definir as vagas que a empresa está ofertando. Por isso, reúna se com os líderes de cada setor para saber o perfil que eles buscam em um colaborador.

Defina as atribuições e salários:

Indique as funções a serem desempenhadas, os cargos, as competências, as atribuições e o salário. Descrever tudo isso, é importante pois assim, encontrar candidatos realmente interessados. 

Escolha os meios de divulgação:

Divulgação Gratuita: Dar um maior alcance de públicos variados.

Divulgação Paga: Dar um alcance mais específico e qualificado. 

  • Mídias sociais pagas: Qualquer pessoa pode divulgar, mas tem restrições de tempo e valor do anúncio. Por exemplo, Facebook, Linkedin, Instagram, YouTube.  

Seleção de currículos:

Após a divulgação e a chegada de currículos, é chegada a hora de selecioná-los. E marcar entrevistas com os pretendentes. 

Entrevista:

E é chegada a hora de um momento crucial. O entrevistador fará perguntas do ramo pessoal e profissional, a fim de saber mais sobre o candidato. 

Dinâmicas de seleção:

São usadas ferramentas muito importantes que os entrevistadores conseguem ver como: liderança, comunicação, trabalho em equipe e muitos outros.

Entrevista com o gestor da área:

Agora, é a decisão final. Onde o entrevistado passou para segunda fase e poderá ou não passar na entrevista. Por isso, o candidato deve ir bem apresentado e mostrar o seu melhor.

Comunicar a aprovação ou não:

Esse é o momento em que a empresa entra em contato com candidato para dizer se ele passou ou não. É importante comunicar a todos, mesmo aqueles que não passaram e agradecê-los pela participação. 

O que é Recrutamento Interno?

Recrutamento Interno é o processo de seleção interna, ou seja, feita com os próprios funcionários.

Muitas empresas optam por fazerem essa seleção interna devido às vantagens, já que conhecem os candidatos ao cargo.

Por isso, vou te mostrar as vantagens de fazer um recrutamento interna na sua empresa. Continue lendo!

Vantagens do Recrutamento Interno:

  • Mais econômico, pois não gasta com divulgação externa;
  • Mais rápida a contratação pois os gestores já conhecem os perfis de candidatos;
  • Os candidatos sabem os processos e a cultura da empresa;
  • Retenção de talentos;
  • Promove competição saudável entre os colaboradores e os motiva;

Desvantagens do Recrutamento Interno:

  • O número de candidatos ao cargo é menor do que o externo;
  • Os colegas de trabalho podem ficar ressentido em trabalhar com o colega promovido;
  • O gestor pode ficar ressentido com perda de alguém do time;
  • Não possibilita a entrada de “sangue novo” na empresa;
  • A disputa pelo cargo pode gerar conflitos na equipe;

E o Recrutamento Externo, o que é?

Recrutamento externa é a seleção de colaboradores que não fazem parte daquela Instituição.

Com isso, buscando novas habilidades e competências para dentro do time.

Algumas empresas contratam uma consultoria especializada para esse tipo de processo, garantindo uma assertividade maior. 

Que tal vermos as vantagens e desvantagens desse processo tão utilizados pelas empresas. Confira logo mais!

Vantagens do Recrutamento Externo:

  • Maior quantidade de candidato ao cargo;
  • Criação do cadastro de reserva para futuras admissões;
  • Possibilita novas ideias;
  • Aumenta as chances de novos talentos;
  • Vantagem competitiva;

Desvantagens do Recrutamento Externo:

  • Maior custo com divulgação;
  • Maior gasto de tempo com seleção;
  • Desmotivação dos profissionais da empresa;
  • Menos seguro, pois você não conhece o profissional contratado;
  • Diminui a “lealdade” da equipe;

O que é Departamento Pessoal?

Departamento Pessoal é a área da gestão de pessoas que cuida dos processos burocráticos da empresa.

Portanto, é responsável pela folha de pagamento, férias, atestados e registro de ponto do funcionários.

Dessa forma os processos agem de forma mais eficiência no cumprimento de normas trabalhistas.

Por isso, vou te apresentar as funções do DP. Continue lendo esse artigo!

Funções do Departamento Pessoal

O DP cuida de vários processos burocráticos ligadas à mão de obra dos negócios. Entenda melhor sua funções.

Efetivação do Contrato de Trabalho:

Quando o candidato entra na empresa, existe uma documentação que precisa ser emitida e recebida.

Existe os tipos de contratos, por exemplo, Contrato por tempo Determinado e  Contrato por tempo Indeterminado.

Por isso, é preciso fazer tudo com cautela na hora da contratação, para não ter problemas trabalhistas futuros.

Administração do Ponto e Jornada de Trabalho:

O Departamento fica responsável por monitorar os pontos e a jornada de trabalho de cada funcionário.

É importante que cada colaborador cumpra as horas estabelecidas pela CLT.

Vale ressaltar que os registros dessas horas está cada vez mais modernos. E é por isso, que te apresento o melhor controle de ponto online.

Controle de Férias e Licenças:

Sabemos que todo profissional dentro do regime da CLT, a cada 12 meses trabalhados tem direito a 30 dias de férias.

Com isso, o DP junto com o gestor deve decidir o melhor período para que o colaborador tire férias.

Também precisam que a documentação estejam em ordem antes do recesso e que os pagamentos sejam feitos.

Atenção à saúde dos funcionários:

O DP tem a importante missão de cuidar do bem estar dos funcionários, para que não haja nenhum problema com a saúde dos mesmos.

Por isso, que existe o exame admissional e demissional, onde avalia o bem estar do colaborador antes de entrar na empresa e ao sair dela.

Deve integrar atividades laborais, principalmente a trabalhos que exigem ficar sentado o dia todo.

Pagamentos:

Além disso, também é responsável por pagar o salário e a comissão dos funcionários. Precisando ficar alinhado com o setor financeiro.

Além de fazer o pagamento, é preciso conferir se os descontos estão compatíveis com a folha de pagamento.  

Que tal ver a diferença entre RH x DP? continue lendo esse artigo e confira tudo!

Recursos Humanos x Departamento de Pessoas: Entenda a Diferença

Por muitas vezes você achou que Recursos humanos e Departamento Pessoal fosse a mesma coisa. 

Portanto, vou te explicar a diferença entre eles, para que não haja mais dúvidas.

O RH é responsável pela seleção dos funcionários, gestão do clima e cultura do ambiente empresarial. Ficando com a parte mais “humana” da empresa.

Com isso, fazem testes para a pré-seleção de novos candidatos, dão palestras motivacionais, tudo para manter o ambiente saudável. 

Por conta disso, o DP é responsável pela “papelada”, parte mais burocrática(Leis Trabalhistas e Previdenciária) da empresa. 

Que cuida da folha de pagamento, registro de carteira dos funcionários, calcula INSS e FGTS e demissional.

Curiosidades

A àrea de Recursos Humanos surgiu em meados do século XIX, na Revolução Industrial. 

Por isso, chamava-se Relações Industriais que tinha o objetivo de cuidar da relação entre empregado e empregador.

Portanto, no século XX devido a rápida industrialização e condições precárias de trabalho, o homem se motivou pela recompensa salarial.

Desse modo, Taylor criou a Administração Científica que tinha o intuito de controlar o tempo para aumentar a produtividade.

Diante desse cenário de pressão pelo aumento da produtividade, o maior problema era a fadiga causada nos trabalhadores.

Por isso, o desafio era adequar o homem para trabalhar a máquina para evitar dores, fadiga e doenças crônicas. 

Na década de 1930, surgiu o TRH(Teoria das Relações Humanas) movimento voltado à humanização da organização.

De acordo com a pesquisa feito por Elton Mayo sobre os efeitos das condições de trabalho, concluiu que os trabalhadores eram influenciados por fatores psicológicos.

Conclusão

Como vimos nesse artigo, o Recursos Humanos veio para melhorar a vida das empresas como um todo, tanto o empregado como o empregador.

Por isso que é tão importante ter essa àrea em cada organização.

Desse modo, surgiu o PontoGO uma ferramenta prática e econômica que vai ajudar o RH da sua empresa.

Quer conhecer melhor esse aplicativo incrível? Clique aqui e descubra a melhor forma ajustar sua jornada de trabalho.

Não esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares!

Nos acompanhe nas redes sociais, lá também tem conteúdos incríveis.@Instagram Facebook 

https://www.instagram.com/p/B_npYw3h5PR/
1 Curtir
0 Não curti

Hícaro Sindeaux, graduando em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará. Apaixonado por finanças pessoais, investimentos e empreendedorismo.

Deixar uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *